Ir direto para menu de acessibilidade.

Seletor idioma

ptenes

Opções de acessibilidade

Página inicial > Ultimas Notícias > UFPA forma mais três turmas de Letras pelo Parfor
Início do conteúdo da página

UFPA forma mais três turmas de Letras pelo Parfor

  • Publicado: Terça, 08 de Outubro de 2019, 21h29

Dom Eliseu 2

A Universidade Federal do Pará (UFPA) finalizou mais três turmas de Letras/Língua Portuguesa por meio do Plano Nacional de Formação de Professores (Parfor). As cerimônias de formatura foram realizadas nos municípios de Dom Eliseu, Limoeiro do Ajuru e Belém.

Em todo o Estado do Pará, a UFPA já completou a formação de 46 turmas por meio do Parfor, resultando na titulação de 1.176 professores de Língua Portuguesa em diversos municípios paraenses. Sete turmas continuam ativas pelo programa, que irá comemorar 10 anos em cerimônia realizada nos próximos dias 24 e 25 de outubro, no Centro de Eventos Benedito Nunes, no campus da UFPA em Belém.

Dom Eliseu 1Dom Eliseu - No último dia 28 de setembro, foi realizada a formatura da turma realizada no polo de Dom Eliseu, município do nordeste do Pará. Durante a cerimônia, 16 professores da Educação Básica que participaram da turma iniciada em 2014 receberam o título de Licenciatura em Letras/Língua Portuguesa.

A outorga do grau foi concedida pelo vice-reitor da UFPA, professor doutor Gilmar Pereira da Silva, representando a Reitoria da Instituição. O prefeito de Dom Eliseu, Ayeso Gaston Siviero, foi o patrono da turma e também compôs a mesa, assim como o secretário de Educação Municipal, Cleiton Hilário de Andrade, que é egresso do Parfor, formado em 2014, no curso de Matemática.

Entre os concluintes, 12 moram e atuam no próprio município de Dom Eliseu, 2 em Ulianópolis, 1 em Abel Figueiredo e 1 no município de Zé Doca, no Estado do Maranhão. A coordenadora do polo, Márcia Alves, ressaltou a importância dos novos graduados para a Educação no município de Dom Eliseu.

"Os novos graduados poderão utilizar todos os conhecimentos adquiridos durante o transcorrer do curso em suas práticas pedagógicas como professores da rede municipal, levando ensino de qualidade de forma inovadora e eficaz", comentou a coordenadora.

limoeiro do ajuru 1Limoeiro do Ajuru - Vinte professores da Educação Básica concluíram o curso na turma de Letras que começou em 2014, no polo de Limoeiro do Ajuru, município da região do Baixo Tocantins do Estado do Pará, e receberam o título de Licenciatura, em cerimônia realizada no dia 27 de setembro, no município.

Para a coordenadora do polo, Valdirene Leão, o município só tem a comemorar com a titulação dos professores. "A turma do Parfor Letras/2014 pode contribuir alfabetizando na Educação Básica, para que esses alunos tenham uma aprendizagem significativa na educação do municipio de Limoeiro do Ajuru", afirma a coordenadora.

Lenice Trindade atua como professora há 13 anos e viu a oportunidade de cursar o Parfor como "uma luz no fim do túnel", para a sua vida profissional, segundo ela. "Meus conhecimentos já adquiridos em sala de aula foram aperfeiçoados. O curso também me trouxe a amplitude que estava precisando para atuar com mais firmeza, além de abrir novas possibilidades em minha vida profissional", conta a professora, agradecida pela oportunidade.

Mesmo já graduada em Pedagogia e atuando há 19 anos em sala de aula, a professora Lúcia Pantoja conta que o Parfor veio melhorar sua metodologia de trabalho. "Hoje tenho uma atuação muito mais completa. Hoje tenho um outro olhar sobre a vivência do aluno. Consigo fazer essa ligação do contexto local com o contexto da realidade social em que meu aluno se encontra", celebra a professora, que também participou da formatura.

Belem 01Belém - No dia 25 de setembro, 16 alunos remanescentes de turmas já concluídas do Parfor colaram grau no curso de Letras/Língua Portuguesa, durante cerimônia realizada no campus da UFPA em Belém. Os alunos integravam turmas dos municípios de Belém, Baião, Mocajuba, Capanema, Bragança e Castanhal.

"Eles demoraram um tempo a mais para se formar, mesmo assim, a gente não desistiu desses alunos. Nós os procuramos, incentivamos, para que eles concluíssem o TCC, concluíssem as disciplinas que estavam faltando, até que a gente conseguiu esse número de 16 alunos", comemora a professora Marília Freitas, coordenadora do curso de Letras/Língua Portuguesa do Parfor/UFPA.

Uma destas alunas foi Deisiane Gonçalves Martins Ferreira. Ela atuava como professora no município de Anajás, na ilha do Marajó, e participava da turma de Letras em Belém, mas, mesmo iniciando o projeto de TCC junto com a turma, não conseguiu cursar o último período em Belém, em virtude de uma gravidez de risco.

Deisiane1

"Fui fazendo algumas disciplinas e sempre mantendo contato com meu orientador, só que eu não podia faltar na prova do Enade e por isso fui pra Belém, grávida de 7 meses. Com 8 meses, fizeram meu parto", explica a professora Deisiane Ferreira a respeito do nascimento de seus filhos gêmeos.

Quando os bebês estavam com dois meses, o professor Joaquim Maia seguiu com a banca para o município de Anajás, para realizar a apresentação do TCC na residência da aluna, em março de 2018.

"Pra mim, foi muito importante, pois, além de os meus bebês estarem muito pequenos para viajarmos pra Belém, ainda tinha a questão financeira, então o professor disse que estava indo para Anajás para que eu pudesse defender meu TCC. Foi uma experiência única e incomparável", relembra.

Deisiane Ferreira apresentou o TCC, cursou as disciplinas restantes e conseguiu concluir o curso, participando da formatura em Belém como oradora da turma. "Antes do Parfor, eu não sabia nem como planejar uma aula direito, tinha muita dificuldade nessa parte e também em expressar-me em público. Mas depois, mudei como aluna e como professora, posso dizer que foi uma das melhores experiências que já tive", comemora a professora.

Texto: Alexandre Yuri Nascimento - Ascom Parfor
Fotos : Divulgação - Ascom Parfor

registrado em:
Fim do conteúdo da página