Ir direto para menu de acessibilidade.

Seletor idioma

ptenes

Opções de acessibilidade

Página inicial > Ultimas Notícias > Proad realiza levantamento e atualização do Inventário Patrimonial da UFPA
Início do conteúdo da página

Proad realiza levantamento e atualização do Inventário Patrimonial da UFPA

  • Publicado: Sexta, 13 de Março de 2020, 20h04

foto equipe Bens Patrimoniais

A Pró-Reitoria de Administração (Proad) possui, entre suas ramificações, a Diretoria de Almoxarifado e Patrimônio (DAP), que está realizando o Inventário Patrimonial da UFPA. Essa atividade voltou a ser promovida no último mês de fevereiro de 2020, por meio de uma empresa contratada por licitação para que desempenhe o trabalho in loco na Universidade e em todos os seus campi, de forma estratégica e pontual, com foco na regularização do inventário da UFPA. 

Para tornar a realização desse trabalho possível, a empresa conta com mais de 30 colaboradores, os quais se dividem em multiequipes e alocam-se diariamente nos mais diversos departamentos, fazendo a conferência, a contagem, as anotações, verificando tombamentos e estado físico dos materiais existentes em tais setores.

“A UFPA é uma das pioneiras em realizar este levantamento e atualização das cargas patrimoniais. É a única que se antecipou para fazer isso. Nós possuíamos uma carga desatualizada de anos, então não tínhamos efetivamente a conferência dos bens e, para solucionar, propusemos fazer a contratação de uma empresa terceirizada, visto que a UFPA não dispõe de mão de obra suficiente e também porque queremos que haja imparcialidade neste trabalho”, afirma Patrícia Teixeira Ferrer, coordenadora de Patrimônio Móvel.

13.02.2020 Levantamento Bens Patrmôniais Brito site 1

Como funciona - O trabalho do levantamento e da atualização do inventário está dividido nas seguintes etapas: conferência do físico, conciliação com o registrado no sistema, atualização de carga para seus respectivos responsáveis (unidades e subunidades) e tratamento individual de casos adversos. O objetivo é alinhar e ajustar o inventário ao mais próximo da realidade possível e fazer do inventário da UFPA um modelo para as demais instituições, além de ficar de acordo com as legislações pertinentes.

A DAP optou por contratar uma empresa para efetuar esse serviço por algumas razões importantes para o bem do serviço público, como imparcialidade, eficácia, experiência, isonomia, transparência e, principalmente, sensibilização dos colaboradores da Universidade, bem como dos alunos e dos usuários, de forma geral para com o patrimônio da UFPA.

“Nossa equipe sabe do grande desafio que será realizar e tratar os dados do inventário de todos os bens móveis da UFPA, pois há mais de 62 anos que este trabalho não era realizado. No entanto os servidores da DAP estão centrados e certos daquilo que deverá ser feito para que este trabalho seja concluído o quanto antes, gerando melhorias e maior controle na gestão dos materiais permanentes”, afirma Nonato Lisboa, diretor da DAP.

13.02.2020 Levantamento Bens Patrmôniais Brito site 2Conscientização - Os bens públicos, adquiridos por meio de verbas públicas, que são de uso comum, sob hipótese alguma podem se tornar um bem particular daqueles que o utilizam ou de um gestor, por estar há algum tempo sob posse deste. A posse do bem público não gera o direito de propriedade, por isso é importante reforçar que o cuidado e o zelo devem ser constantes, permanentes e de obrigação de todos.

Para ressaltar a importãncia desse cuidado, o levantamento irá contar com a colaboração de aproximadamente 100 servidores da Universidade, indicados para acompanhar a empresa na conferência. Espera-se que esta participação reforce a responsabilidade dos gestores patrimoniais de cada unidade, que, por meio da regularização, poderão ter maior controle sobre os bens listados em sua carga e sobre as transferências que ocorreram entre as unidades, o que contribui ativamente para um menor desperdício dos bens da Universidade.

“Temos a consciência de que este é só o início de um trabalho que pretendemos e devemos mantê-lo, visto que o inventário é atividade primária de uma boa gestão patrimonial, e, para isso, investiremos ainda na parte educativa, por meio de novos cursos que serão ministrados, cartilhas, divulgação via intranet etc.”, afirma Patrícia Ferrer.

Para acessar os manuais disponíveis, que incluem as atualização de algumas legislações, regulamentação de alguns procedimentos que envolvem desde o recebimento de material, registro no sistema, fluxo de armazenagem até a sua devida distribuição ao requisitante, clique aqui.

Texto: Assessoria de Comunicação da UFPA
Fotos: Lucas Brito e Divulgação

registrado em:
Fim do conteúdo da página