Ir direto para menu de acessibilidade.

Seletor idioma

PT EN ES

Opções de acessibilidade

Página inicial > Ultimas Notícias > Instituto de Geociências comemora 60 anos do Observatório Magnético da ilha de Tatuoca
Início do conteúdo da página

Instituto de Geociências comemora 60 anos do Observatório Magnético da ilha de Tatuoca

  • Publicado: Sexta, 11 de Agosto de 2017, 18h47

Observatório Magnético da ilha de Tatuoca

O Observatório Magnético da ilha de Tatuoca completa 60 anos no dia 19 de agosto. Por isso, desde as 8h30 do dia 18, o Instituto de Geociências da UFPA e o Observatório Nacional (ON) vão comemorar o aniversário, com palestras, no auditório do IG, e uma visita à ilha,  que fica próximo a Belém. O evento não requer inscrição, apenas confirmação de presença pelo número (91) 3201-7107 ou via e-mail (Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.).

A ilha é de pequena dimensão, mas tem importância estratégica, por ser considerada um dos pontos de captação magnética na terra. As informações coletadas são empregadas em telecomunicações, pesquisa científica, prospecção de minerais e navegação aérea, terrestre e marítima. No Brasil, existem apenas as estações magnéticas fixas em Vassouras, no Rio de Janeiro, administrada pelo Observatório Nacional; e na ilha de Tatuoca, em Belém, administrada pelo CNPq, por meio do Museu Paraense Emílio Goeldi (MPEG).

Programação - O primeiro dia de comemorações terá início no auditório do IG, às 8h30, com a abertura do evento. A seguir, ocorrerá a palestra “60 anos de operação do Observatório Magnético da Ilha de Tatuoca: 19 de agosto de 2017”, com a professora Katia Pinheiro, do Observatório Nacional. Depois, às 10h, o professor Cristiano Martins, da Faculdade de Geofísica (FAGEOF), ministrará a palestra “Modelos globais da variação do campo magnético terrestre”.

O resto do dia será preenchido pelas palestras “Comparação dos modelos globais do campo geomagnético com os dados magnéticos de Tatuoca”, da aluna da FAGEOF, Raissa Baldez; e “Sistema GNSS de monitoramento de dados em superfície. Acordo de Cooperação Científica – Shangai Astronomical Observatory/ON/UFPA/IG”, apresentada pelo professor Galdino Mota, da Faculdade de Meteorologia da UFPA. O dia do aniversário será celebrado com uma visita científica às novas instalações do Observatório Magnético de Tatuoca. Nesse dia, o barco sairá do Trapiche de Icoaraci, às 9h, e retornará ao trapiche às 17h45. (programação completa aqui)

Importância - O observatório contém instrumentos que medem constantemente o campo magnético da Terra, o qual funciona como um escudo protetor para radiações solares e tempestades magnéticas. Por isso o local tem a importante função de criar modelos globais da variação do campo magnético terrestre e gerar dados essenciais para sistemas de navegação, de satélites, aviões e navios.

Além disso, a ilha de Tatuoca também influencia na importância do lugar, já que faz parte da história política do Pará. A ilha, ao norte da capital, foi o local do Quartel General do marechal Manuel Jorge, após a tomada de Belém pelos líderes cabanos, em 23 de agosto de 1835. De lá, o marechal evacuou Belém e bloqueou o porto da cidade.

Texto: Alice Palmeira - Assessoria de Comunicação da UFPA
Foto: Divulgação

registrado em:
Fim do conteúdo da página