Ir direto para menu de acessibilidade.

Seletor idioma

PT EN ES

Opções de acessibilidade

Página inicial > Ultimas Notícias > Estudante apresenta aplicativo que transcreve palavras da Língua Portuguesa para a Libras
Início do conteúdo da página

Estudante apresenta aplicativo que transcreve palavras da Língua Portuguesa para a Libras

  • Publicado: Quarta, 07 de Fevereiro de 2018, 17h12
  • Acessos: 201

Estudante sistema de informação

A elaboração do Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) é uma das etapas finais para quem está concluindo uma graduação. Há quem se identifique com um tema, logo no início do curso, mas muitos estudantes têm dúvidas sobre o que abordar e acabam escolhendo a temática do seu trabalho apenas na reta final da graduação. Não foi o caso de Iuri Ferreira, concluinte do curso de Sistemas de Informação do Campus da UFPA em Castanhal.

Em 2016, após se tornar bolsista de um projeto que aborda questões ligadas à inclusão de pessoas com deficiência, Iuri se identificou com a temática e começou a trilhar os caminhos para a construção do seu TCC. "Eu me interessei pela inclusão digital, pela acessibilidade, a partir do meu ingresso como bolsista do Núcleo de Acessibilidade. Eu comecei a conhecer de perto as barreiras que as pessoas com deficiência enfrentam, e vi a oportunidade de poder ajudar e contribuir com o meu conhecimento. Então, eu comecei a pensar em formas de promover acessibilidade e fazer o bem à sociedade."

Iuri desenvolveu o aplicativo ConELS, que transcreve palavras da Língua Portuguesa para a Língua de Sinais na modalidade escrita.

"O ConELS busca difundir a escrita da Língua de Sinais, já que é pouco conhecida. Assim, a ferramenta pode ser utilizada por pessoas surdas, mas também por parentes e amigos de surdos e por profissionais de diversas áreas, especialmente da inclusão", destaca Iuri, que também fala do início do projeto e das vantagens que ele oferece.

"O ConELS começou a ser idealizado em 2016, quando eu estava escrevendo um artigo sobre o Dicionário SignWriting, que é um projeto do Grupo de Educação Inclusiva da Região Amazônica (UFPA). No momento em que foi necessário realizar os testes desse projeto, encontramos muitas dificuldades, pois precisávamos da internet, mas muitas pessoas não têm acesso a ela. Então, eu pensei, juntamente com outros bolsistas e professores, em construir um aplicativo que tivesse as mesmas funcionalidades do DicSig (Dicionário de SignWriting), mas sem a necessidade de conexão com a internet para a sua utilização."

Além de ser economicamente viável para os usuários, Iuri acredita que o seu trabalho poderá se constituir, no futuro, como uma importante ferramenta no processo de ensino-aprendizagem de pessoas surdas. 

“O aplicativo pode ajudar pessoas surdas desde a educação básica. O aluno surdo costuma fazer a adaptação da Língua Portuguesa para a Língua de Sinais. No entanto, a Libras não possui conectivos como “do”, “da”, “o”, “a”, o que dificulta a aprendizagem. O ConELS vai beneficiar a comunidade surda, pois prevê uma escrita baseada na vivência que o aluno tem com a Libras, e isso vai facilitar a aprendizagem”, conclui.

O ConELS está em fase de conclusão de testes e, em breve, estará disponível na loja virtual da Play Store, para download gratuito.

Texto: Paula Lopes - Assessoria de Comunicação do Campus Castanhal / UFPA
Fotos: Divulgação

registrado em:
Fim do conteúdo da página