Ir direto para menu de acessibilidade.

Seletor idioma

ptenes

Opções de acessibilidade

Página inicial > Ultimas Notícias > Abertas, até 18 de janeiro, as inscrições para o Programa de Pré-Aceleração para Startups em Belém
Início do conteúdo da página

Abertas, até 18 de janeiro, as inscrições para o Programa de Pré-Aceleração para Startups em Belém

  • Publicado: Segunda, 07 de Janeiro de 2019, 18h01

DISRUPT 1

Estão abertas até 18 de janeiro as inscrições do Programa de Pré-Aceleração Disrupt 2019, promovido pela startup hunter e mentora de empreendedores, Bruna Barbosa, em parceria com o Parque de Ciência e Tecnologia (PCT) Guamá. O objetivo do programa é auxiliar empreendedores a colocar suas ideias no mercado por meio de mentorias e dinâmicas capazes de garantir a consistência do negócio. O processo de inscrição pode ser realizado no site do programa.

Serão selecionadas cinco startups com base em critérios como nível de inovação e diferencial no mercado, e se podem facilmente ser replicadas e se desenvolver em outras localidades. O programa vai ocorrer de fevereiro a junho de 2019. Durante esses cinco meses, as startups participantes vão passar por mentorias e dinâmicas que abordarão alguns temas, como alinhamento do time; validação do cliente, construção do Modelo de Negócios; planejamento financeiro; estratégias de captação de recursos e negociação com investidores; entre outros.

Para Bruna Barbosa, o programa não só trará  maior segurança para as empresas no mercado, mas também  dará uma série de benefícios. “O nosso programa terá a participação de outros empreendedores e instituições do ecossistema de inovaçãoOs participantes terão contato com empreendedores de nível nacional e internacional, que foram aceitos pelos melhores aceleradores do mundo, além de promover contato com o ambiente do Parque de Ciência e Tecnologia Guamá”, afirma.

Além disso, o Disrupt–Programa de Pré-Aceleração 2019 oferecerá outros benefícios, como abertura de CNPJ gratuita, descontos em assessoria jurídica, marketing digital e 12 meses de gratuidade em cursos voltados para empreendedores. O programa será realizado no PCT Guamá, o primeiro parque tecnológico a entrar em operação na Amazônia, com o objetivo de estimular a pesquisa aplicada, o empreendedorismo inovador, a prestação de serviços e a transferência de tecnologia para o desenvolvimento de produtos e serviços de maior valor agregado e fortemente competitivos.

Texto e arte: Divulgação/PCT Guamá

registrado em:
Fim do conteúdo da página