Ir direto para menu de acessibilidade.

Seletor idioma

PT EN ES

Opções de acessibilidade

Página inicial > Ultimas Notícias > UFPA firma parceria com a Embrapa e o Emaús para projeto de educação ambiental para jovens do Bengui
Início do conteúdo da página

UFPA firma parceria com a Embrapa e o Emaús para projeto de educação ambiental para jovens do Bengui

  • Publicado: Terça, 05 de Fevereiro de 2019, 21h27

 17.07.2018 Compostagem Nayana Batista 17

A Embrapa Amazônia Oriental e o Movimento República de Emaús formalizaram uma parceria para o desenvolvimento do Projeto "Transferência de Tecnologias e estratégias didático-pedagógica do processo ensino-aprendizagem para formação cidadã e educação ambiental". Para fortalecer as ações desse projeto, foi constituído um comitê gestor, formado pela UFPA, pelo IFPA, pela UFRA, pela EMATER, pela SEMA, entre outros.

O projeto tem o objetivo de promover a inclusão social e produtiva, por meio da oferta de cursos de qualificação profissional em atividades vinculadas à agricultura e à silvicultura, com orientação quanto ao manejo da terra para adequá-la à plantação, ao cultivo de sementes e ao tratamento de hortaliças e legumes.

A produção tem, prioritariamente, o intuito de subsistência para a alimentação de crianças e jovens beneficiários do Movimento de Emaús, visando ao consumo de alimentos saudáveis. O excedente será comercializado no entorno do bairro Bengui.

Emaús 1No comitê gestor, a UFPA é representada pelas professoras Taiza Ferreira, Aline Louzada e Maria Ludetana. Compõem, ainda, o comitê representantes do IFPA, da UFRA, da EMATER, da SEMA, entre outros.

Participação da UFPA - A professora Taiza Ferreira explica que o projeto funcionará por meio das atividades de todas as instituições participantes, na execução de uma horta comunitária no entorno da área do Movimento de Emaús. A parceria visa favorecer o bem-estar, o conforto térmico, além da geração de trabalho e renda da comunidade do bairro Bengui, Região Metropolitana de Belém.

O papel da UFPA na parceria será referente à Educação Ambiental e Tecnológica. “A importância deste projeto é a promoção de uma ação efetiva na área social dos alunos e das famílias participantes do Movimento de Emaús, para orientar a conscientização de alimentos saudáveis, a geração de renda e, ainda, fortalecer as relações entre as instituições envolvidas no Comitê gestor”, ressalta a professora.

Texto: Elizandra Ferreira – Assessoria de Comunicação da UFPA

registrado em:
Fim do conteúdo da página