Ir direto para menu de acessibilidade.

Seletor idioma

PT EN ES

Opções de acessibilidade

Página inicial > Ultimas Notícias > Estudantes do Campus Tucuruí são finalistas em competição nacional de tecnologia
Início do conteúdo da página

Estudantes do Campus Tucuruí são finalistas em competição nacional de tecnologia

  • Publicado: Quinta, 14 de Fevereiro de 2019, 21h05

Campus Mobile Educação

O Projeto da Universidade Federal do Pará (UFPA) - Campus Tucuruí “Arco didático da problematização na educação sexual” foi selecionado para a terceira etapa do Campus Mobile, competição que visa à divulgação e ao aprimoramento de ideias e soluções para dispositivos mobile. Os participantes recebem monitorias de especialistas da área de inovação para o aperfeiçoamento de seus projetos. O projeto dos alunos da UFPA é finalista na categoria “Educação”. 

A equipe do Campus de Tucuruí da UFPA é composta pelos estudantes Eduardo Lima Nascimento, Hugo Henrique da Silva Lima e Vivian Leite Sousa, que, durante a competição, puderam contar com monitoria em ambiente virtual, seguida por uma semana presencial, quando os participantes têm a oportunidade de aprimorar seus protótipos, conhecer os projetos concorrentes e ter seus projetos avaliados.

Para Eduardo Lima, participar da competição foi um grande aprendizado. “É difícil descrever tudo que conseguimos obter com essa oportunidade, toda troca de experiência com pessoas de diversos estados do País, todas as palestras que ajudaram a aprimorar nossa ideia, todo o retorno que obtivemos de pessoas experientes da área de tecnologia. Só temos que agradecer ao apoio da UFPA, aos demais parceiros que contribuíram, de alguma forma, para a realização desse projeto e ao Instituto NetClaroEmbratel, por essa iniciativa incrível”.

alunos Campus MobileO Projeto - “Arco didático da problematização na educação sexual” consiste na criação de uma ferramenta que auxilie professores no ensino de educação sexual, utilizando a metodologia do Arco de Maguerez, e tem como objetivo trazer maior interação entre professores e alunos, facilitando a discussão da temática no ambiente escolar, de forma que o aluno se sinta mais confortável para esclarecer suas dúvidas.

Segundo Eduardo Lima, a ideia surgiu da dissertação de mestrado da professora Renata Sousa, em que a equipe conheceu a Metodologia do Arco de Maguerez.  “Sob a orientação dos professores Heleno Fülber e Otávio Noura e em parceria com o Laboratório de Pesquisa e Iniciação Cientifica do NDAE, concluímos que a metodologia tem uma ampla aplicabilidade, porém enxergamos ela também como uma ótima ferramenta para abordagem da educação sexual, pois é perceptível a dificuldade da abordagem dessa temática atualmente”.

O estudante afirma que a temática é de grande importância, por causa da falta de conhecimento com relação à sexualidade, que é um dos grandes fatores para os altos índices de Doenças Sexualmente Transmissíveis (DSTs) em jovens brasileiros, e afirmou que a desinformação é a base para a existência de preconceitos.

Arco de Maguerez – O Arco de Maguerez é uma metodologia que fornece ao professor um caminho para a atuação sobre problemas da sociedade. Os alunos, em vez de possuírem postura passiva ao só ouvir o professor, passam a ser independentes na solução dos próprios problemas. A metodologia apresenta um esquema contínuo de cinco etapas, que começam e terminam na realidade, ou seja, o aluno trabalhará com informações reais direcionadas a um projeto real.

Campus Mobile – O Campus Mobile é uma competição organizada pelo Instituto NetClaroEmbratel, que ocorre anualmente e já está na sua sétima edição. Os projetos participantes são avaliados por uma banca de investidores, empresários e avaliadores. Após a etapa final, que avaliará quesitos como implementação, usabilidade e inovação, uma equipe de cada categoria (Educação, Diversidade, Smart Cities e Smart Farms) será escolhida para uma viagem de imersão para o Vale do Silício, em São Francisco, nos Estados Unidos.

Texto: Rafael Miyake – Assessoria de Comunicação da UFPA
Fotos: Divulgação evento

registrado em:
Fim do conteúdo da página