Ir direto para menu de acessibilidade.

Seletor idioma

ptenes

Opções de acessibilidade

Página inicial > Ultimas Notícias > Histórias da Amazônia com Daniel Munduruku inspira novos leitores na Farinhada Literária nesta quinta, 28
Início do conteúdo da página

Histórias da Amazônia com Daniel Munduruku inspira novos leitores na Farinhada Literária nesta quinta, 28

  • Publicado: Quarta, 27 de Março de 2019, 18h26

daniel munduruku1

Serpentes que roubam a noite, peripécias de um jabuti e um pequeno pajé chamado Karu Taru. Todas essas histórias diferentes e, ao mesmo tempo, tão próximas de quem vive na Amazônia são obras de Daniel Munduruku, um escritor amazônico premiado que se dedica a ajudar as pessoas a sonhar a partir da literatura infantojuvenil. Daniel estará na Universidade Federal do Pará (UFPA) nesta quinta-feira, dia 28 de março, participando da II Farinhada Literária da Instituição.

A farinhada é como foi batizado o projeto que tenta incentivar a formação de leitores e valorizar os escritores na Amazônia ao defender a formação de leitores com base na literatura infantil e juvenil.

“A literatura infantil é o nascedouro do leitor. Nascemos imersos nessa cultura que é oral, mas precisamos aprender a formar leitores. Esse é o alicerce do trabalho do professor do ensino fundamental, professor que é formado pelo curso de licenciatura integrada em Educação em Ciência, Matemática e Linguagens da UFPA. Um profissional que garante a cada criança o acesso à palavra, seja ela escrita, seja falada”, detalha Elizabeth Orofino, professora da UFPA e coordenadora do Laboratório Sertão das Águas (LASEA) e criadora do Projeto Farinhada Literária, do Instituto de Educação Científica e Matemática (IEMCI).

Para ela, reencontrar Daniel Munduruku na UFPA é um momento ímpar. “É um reencontro de rios. No Rio de Janeiro, formos parceiros na Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil, e o Daniel tem toda uma história e trajetória em defesa da produção e da leitura na primeira infância e uma perspectiva descolonizadora, pois é um indígena autor, ou seja, usa a cultura escrita para garantir sua identidade.”

“Tê-lo aqui, na região que concentra o maior número de analfabetos, é importante e significativo num trabalho para promover a bibliodiversidade dessa produção, deste objeto cultural que chamamos de livro. Outro fator importante é que a produção de literatura infantojuvenil da Região Norte é pouco conhecida. Isso apesar de termos ilustradores e autores reconhecidos, como o Daniel Munduruku”, completa a pesquisadora.

A programação da Farinhada Literária abre o mês de comemoração da Literatura Infantil na UFPA, que também inclui a parceria para a realização da I Feira Literária Infantojuvenil de Belém, agendada para os dias 29 a 31 de março.

Serviço:
II Farinhada Literária da UFPA
28 de março, às 17h, no auditório do Instituto de Educação Matemática e Científica da UFPA
Para saber mais sobre Daniel Munduruku, acesse aqui.
FliB 2019 - Feira Literária Infantojuvenil de Belém
De 29 a 31 de março
Realização: Das 9h às 20h, na Trav. Dr. Moraes, 584 - Batista Campos, Belém-PA
Programação completa aqui.

Texto: Glauce Monteiro – Assessoria de Comunicação da UFPA, com informações da coordenação do evento.
Foto: Reprodução / Google

registrado em:
Fim do conteúdo da página